Leandre sugere utilizar valor de multas para recuperar nascentes no Paraná

Leandre sugere utilizar valor de multas para recuperar nascentes no Paraná

16 de Agosto de 2021

Reservatórios de água baixos e, como consequência, rodízio no abastecimento de água. Nos últimos dois anos, o paranaense precisou adaptar sua rotina para economizar o bem mais precioso da terra: a água.

Nem mesmo as famosas “águas de março”, que fecham o verão, foram suficientes para equilibrar o nível de água. E a economia do recurso é pauta recorrente nos meios de comunicação.

Como sugestão para que este problema não volte a assolar o Estado do Paraná no futuro, a deputada federal Leandre Dal Ponte (PV-PR) sugeriu ao Governo do Paraná a utilização de uma multa imposta pelo IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais) à Petrobras, no valor aproximado de R$ 950 milhões em ações de recuperação de nascentes e despoluição dos rios.

A multa é referente a um desastre ambiental ocorrido no ano 2000, relativo a um derramamento de óleo no Rio Iguaçu, ocorrido na Refinaria Getúlio Vargas, localizada em Araucária. Até o momento não existem quitações de nenhum dos três autos de infração e da multa milionária imposta pelo Ibama à refinaria.


“Precisamos agir, buscando alternativas para que situações de desabastecimento e racionamento que assolam diversos municípios paranaenses em diversas regiões, impondo, inclusive, uma situação de rodízio na própria capital, Curitiba, sejam devidamente enfrentadas e superadas”, afirma a deputada.

Em recente reunião com Ratinho Junior, Leandre falou sobre o  Projeto de Lei 3.430/19, de sua autoria, que altera o Código Florestal para facilitar atividades de proteção e recomposição de vegetação em torno de nascentes. O projeto foi aprovado em Junho na Câmara dos Deputados e tramita no Senado Federal.


“Todo rio começa em uma nascente. Protegendo as nascentes, estaremos protegendo os nossos rios, que são fundamentais tanto para a produção de alimentos quanto de energia. Por isso, é necessária uma coordenação de esforços com o objetivo de harmonizar, ampliar e fortalecer as ações de recuperação de nascentes e a despoluição dos recursos hídricos no nosso Estado”, observou.

Flona de Irati

Ainda na pauta do meio ambiente, Leandre conversou com o governador sobre a inclusão da Flona de Irati no Plano Anual de Outorga Florestal do Governo Federal. Com isso, é possível fazer o processo de substituição das espécies exóticas, como o Pinnus por exemplo, por formações florestais compostas de espécies nativas, como a Araucária. Abrindo a possibilidade de comercializar o desbaste das espécies não oriundas da Mata Atlântica, gerando emprego e renda para a região Centro-Sul.

Deputada Leandre
Costuma responder em alguns minutos

Deputada Leandre
Olá 👋 Seja bem vindo!
Como podemos ajudar?

10:57
×

Para uma melhor experiência em nosso site, por favor, aceite os nossos cookies de navegação.

Existem algumas opções que podem não funcionar sem a utilização dos cookies. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, visite a nossa Política de privacidade.